Características da Verdadeira Igreja – Pr. André Steil

Home / Artigos / Características da Verdadeira Igreja – Pr. André Steil

Em meio a uma crise de identidade doutrinária que nosso país vive, com a presença de tantos falsos ensinos, falsos mestres, dúvidas e divergências do que realmente venha ser o Reino de Deus, dúvidas sobre qual deve ser o verdadeiro papel da igreja de Cristo nesta terra, tomei a liberdade de escrever este singelo artigo, que nos ajudará a entender o posicionamento correto das pessoas (eu e você) que compomos o Corpo de Cristo e labutamos a obra do Reino de Deus.

Para isto, quero utilizar o exemplo de uma igreja maravilhosa situada na cidade de Filipos, onde Paulo destina uma de suas cartas (Cartas aos Filipenses).

Vamos a um Breve Histórico:

Filipos era a capital da província romana chamada Macedônia, localizada em território que hoje pertence à Grécia. Seu nome significa “pertencente a Filipe”. A cidade foi fundada por Filipe, pai de Alexandre Magno, em 358 a.C. Era importante devido à sua localização junto à principal estrada que cortava a Macedônia no sentido Leste-Oeste, servindo de caminho entre a Ásia e Roma. Além disso, a cidade possuía minas de ouro e prata.

O apóstolo Paulo visita Filipos pela primeira vez, por ocasião de sua Segunda viagem missionária, como descrito em Atos 16.

Filipos foi a porta de entrada do Evangelho na Europa. Eram frequentes os cultos às divindades romanas, como Júpiter, Juno e Marte, e à antigos deuses italianos.

Essa é uma carta da prisão. Paulo esteve preso três vezes: em Filipos (At 16.23), em Jerusalém e Cesárea (At 21.27–23.31) e finalmente em Roma (At 28.30,31) – De onde escreveu a carta aos Filipenses.

A igreja de Filipos surge em meio às tribulações (51 a 52 d.C.)

Como vimos, ao escrever a carta aos Filipenses, Paulo está provavelmente preso em Roma A epístola foi escrita, provavelmente, entre 60 e 63 d.C.

Curiosidade: A carta à igreja de Filipos é considerada a mais bela do Novo Testamento.

Ela transborda de alegria, generosidade e entusiasmo.

Que contraste hein? A Carta mais alegre foi escrita da Prisão.

Quero destacar três características desta igreja que servem de grande exemplo para nós hoje. Estas características estão contidas nas próprias palavras de Paulo sobre a igreja de Filipos. Vamos ler Filipenses 1.3-11

Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós,

Fazendo sempre com alegria oração por vós em todas as minhas súplicas,

Pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora.

Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo;

Como tenho por justo sentir isto de vós todos, porque vos retenho em meu coração, pois todos vós fostes participantes da minha graça, tanto nas minhas prisões como na minha defesa e confirmação do evangelho.

Porque Deus me é testemunha das saudades que de todos vós tenho, em entranhável afeição de Jesus Cristo.

E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,

Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;

Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.

1) No versículo três Paulo diz que dá Graças a Deus sempre que lembra desta igreja. Em outras palavras, Paulo está afirmando que se em algum momento ele estiver triste, já sabe o remédio, lembrar dos irmãos de Filipos, isto automaticamente trará alegria em seu coração.

2) No versículo oito Paulo diz que tem muitas saudades deles. Somente deixa saudade algo que é bom, prazeroso, que dá vontade de repetir, de estar novamente com, portanto, Filipos era uma igreja tão amável que deixava saudades.

3) No versículo dez Paulo pede que o amor deles cresça ainda mais. Era uma igreja que aprendeu a amar, se preocupava com o próximo e cumpria o chamado de Deus na sua plenitude.

Será que nós como igreja possuímos estas características?

Se nos mudássemos hoje de cidade, de igreja, de nação, deixaríamos saudades?

Temos agido com amor?

Tenho plena convicção de que se colocarmos isto em prática, seremos cada vez mais uma igreja parecida com Cristo, e assim estaremos agradando o nosso Mestre.

Saudações em Cristo

Seu servo

André Steil