Olimpíada de 1984 – Uma História de Superação

Home / Artigos / Olimpíada de 1984 – Uma História de Superação

Generated by IJG JPEG Library

 

Graça e Paz meus amigos

Estamos vivendo as olimpíadas no Rio de Janeiro, e não poderíamos deixar de compartilhar umas das mais belas histórias que o esporte já presenciou. Uma verdadeira história de Superação.

Anos atrás a suíça Gabrielle Andersen emocionava o mundo nas olímpiadas de Los Angeles.  Uma verdadeira história de superação, persistência e força de vontade.

Tudo ocorreu em 1984, nos jogos olímpicos em Los Angeles na maratona feminina. O percurso da prova totalizaria 42 km, e justamente quando esta guerreira adentra no estádio, que se forma uma das cenas mais inspiradoras da história do esporte.

Gabrielle negou a ajuda médica, cambaleou até a linha de chegada e simplesmente despencou nos braços dos médicos que a aguardavam após a linha.

O estádio a aplaudiu de pé.

Ela não ganhou nenhuma medalha, pelo contrário, chegou na última posição, mas emocionou o mundo e marcou a história.

Que história linda, que consegue emocionar mesmo depois de tantos anos.

A palavra chave deste episódio é superação.

Infelizmente temos visto uma geração flácida, sem forças suficientes para superar as provas e dificuldades que a vida apresenta.

O Senhor Jesus em momento algum menciona que a nossa vida não teria intempéries, pelo contrário, vemos em inúmeras passagens, como em João 16.33 ele afirmar “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

Claro, em Cristo “Somos mais que vencedores” conforme lemos em Romanos 8.37, mas a maturidade cristã é justamente testada no momento que somos confrontados nas diversas áreas de nossa vida.

Existem pessoas que correram tanto, já chegaram a entrar no estádio, já conseguem avistar e linha de chegada, e sem mais nem menos, desistem.

Porque você acha que a Bíblia está repleta de textos bíblicos onde o Senhor diz: “Tenhais ânimo”?

Porque é da natureza humana este desanimo e propensão a inercia espiritual.

Sabemos que tem dias que são mais difíceis, podemos demonstrar certo abatimento, mas por favor, isto não pode ser tornar uma constante em sua vida.

Reaja, se supere, este problema não é maior do que o Deus que você serve.

Como diz aquele velha frase:

“Não diga para Deus que você tem um GRANDE problema, Mas diga para o problema que você TEM um GRANDE DEUS”

Corra mais um pouco, acredite, sonhe, planeje, ore, peça ajuda ao Espírito Santo, pois a vitória está bem pertinho de você.

Grande abraço e que Deus os abençoe

Pr. André Steil